Cancel Preloader

PROMOÇÃO

Rodrigo Pacheco afirma que STF não tem competência para descriminalizar porte de drogas

 Rodrigo Pacheco afirma que STF não tem competência para descriminalizar porte de drogas

wp header logo 31

Compartilhe

Julgamento sobre o tema foi retomado na sexta-feira (25) pela Suprema Corte

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD-MG), voltou a afirmar que a descriminalização do porte de drogas não é competência do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com ele, o tema cabe exclusivamente ao Congresso Nacional, e uma decisão do STF não pode ser contrária à lei vigente. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

“O tema é complexo. Estudos apontam consequências diversas nos países que optaram pela descriminalização das drogas. […]. O fato é que, se fosse o caso, a descriminalização deveria ser acompanhada de regras para controlar o mercado, sob pena de a experiência se tornar um fracasso. E o Poder Judiciário não tem capacidade institucional, nem expertise, para realizar tal regulação”, disse ao periódico.

Leia também:

Moraes proíbe qualquer contato de Mauro Cid com Bolsonaro e Michelle

Na Assembleia Nacional de Angola, Lula homenageia Mãe Bernadete

“A análise da constitucionalidade de leis constitui prerrogativa própria de uma corte constitucional. Ir além disso, porém, implica imiscuir-se em tarefas que o constituinte atribuiu aos demais Poderes. O próprio Supremo Tribunal Federal já determinou que o Poder Judiciário tem o dever de manter postura de deferência nas hipóteses em que os demais Poderes dispõem de maiores capacidades institucionais (recurso extraordinário nº 1.083.955)”, acrescentou.

O julgamento sobre o tema foi retomado na sexta-feira (25) pela Suprema Corte, mas foi suspenso após cinco votos a favor da descriminalização. No início do mês, Pacheco havia criticado a Suprema Corte, definindo a discussão como um “equívoco grave”.

Siga o PNotícias no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.


source

PIATÃ FM - 94,3